Onde tem coronavírus?

Atualização Anamorfoses: a evolução da COVID-19 no Brasil

A análise traz a atualização da série temporal de mapas de anamorfose, que apresenta a evolução da taxa por 100 mil habitantes de novos casos confirmados e de novos óbitos de COVID-19 no Brasil.  A cada semana epidemiológica é possível observar as unidades da federação que apresentam maior proporção da doença através do aumento da área representada no mapa. 

As anamorfoses foram desenvolvidas utilizando os dados divulgados pelas Secretarias Estaduais de Saúde e tratadas pela equipe do Brasil.io, sendo a data de referência sempre o último dia da semana epidemiológica, segundo o Calendário Epidemiológico de 2020 divulgado pelo Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) do Ministério da Saúde. Assim, a análise utilizou dados a partir do dia 04/04/2020, que corresponde ao último dia da semana epidemiológica 14, até o dia 27/09/2020, que corresponde ao último dia da semana epidemiológica 39. Os dados populacionais foram obtidos das projeções do IBGE para 2019.

As taxas apresentadas foram calculadas pela diferença entre a semana epidemiológica analisada e a semana anterior, assim utilizando os dados atualizados por semana. Além disso, as taxas foram calculadas para evidenciar o número de novos casos e o número de novas mortes por 100.000 habitantes. 

Fonte original dos dados: 

IBGE – limites (acessado em abril de 2020)

Brasil.io – COVID-19: Boletins informativos e casos do coronavírus por município por dia

Acesso aos dados: CSV  | Shapefile

Licença de uso: Permitido compartilhamento com citação do projeto “Onde tem Coronavírus?” CC-BY-SA

Autores: Diana Hamburger, Helena França,  Gabriela Modenezi, Lizandra Luz Callegon, Aline Santos Lopes, Marina Zacari, André Freire.

Compartilhe
Skip to content